“Nós não tocamos essa canção por vários anos, e é totalmente por causa da minha fé religiosa”!

Como o ex-ocultista Blackie Lawless da W.A.S.P encontrou a liberdade em Cristo Jesus.

Blackie Lawless tem chocado a cena Heavy Metal com sua banda WASP por mais de três décadas, viajando ao redor do mundo, vivendo o estilo de vida de uma verdadeira estrela do rock.

ROCKDOALTO NEWS: Fique por dentro das principais notícias do rock cristão nacional e internacional. CLIQUE AQUI !

Apesar de estar no topo do mundo, nunca desistiu de sua paixão em busca do verdadeiro sentido da vida, que acabou redescobrindo em Jesus Cristo, e foi a partir desse ponto de ruptura que seu trabalho musical foi movido pelo Espírito Santo como nunca antes.

Nascido em uma família cristã, Stephen Edvard Duren deixou a igreja aos 18 anos com uma visão rebelde. Enquanto estudava ocultismo, ele namorou uma garota que era uma bruxa. Então, um dia, quando viu sua namorada orando dentro de um pentagrama, ele teve uma revelação.

Por 20 anos ele havia desprezado a Deus e estava determinado a não ter nada com a religião, e naquele momento, diante daquela cena, a graça de Deus abriu seu coração de volta para ele. Desde então, Blackie se aprofundou no estudo da Bíblia, aprendendo todo o conteúdo das escrituras, tornando sua fé em Jesus Cristo mais forte. Aos poucos, ele se tornou mais reservado e se absteve de produzir ou mesmo tocar algumas das canções antigas de sua banda.

“Quando você estiver angustiado e todas essas coisas vierem sobre você, nos últimos dias você retornará ao Senhor seu Deus e ouvirá a sua voz.” (Deuteronômio 4:30)

Com sua conversão as temáticas das letras do W.A.S.P, mudaram.

A banda lançou em 2009 “Babylon” baseado no “Livro do Apocalipse”, da Bíblia, e mesmo não sendo um trabalho conceitual, apresenta o tema de maneira forte e intensa, aliado ao hard/heavy cativante e vigoroso da banda.

O próximo trabalho veio apenas em 2015, quando a WASP lançou seu décimo quinto álbum de estúdio “Golgotha” que em hebraico significa ‘Lugar da Caveira’, uma colina em Jerusalém onde Jesus Cristo foi crucificado há dois mil anos.

"E o Deus de toda a graça, que te chamou para a sua glória eterna em Cristo, depois de teres sofrido um pouco, ele mesmo te restaurará e te tornará forte, firme e constante." (1 Pedro 5:10)

WASP já vendeu mais de 12 milhões de cópias desde 1982, mas o que realmente tornou esta banda tão universalmente única no início de sua carreira foram as performances chocantes de amarrar modelos seminuas em uma prateleira de tortura e jogar carne crua para o público em seus shows.

Seu ódio por Deus foi espelhado em sua discografia do início dos anos 80, mas desde sua conversão Blackie se recusa terminantemente a tocar o primeiro single de sua banda, a controversa “Animal (Fuck Like A Beast)”, devido a sua letra explícita.

Certa vez em uma entrevista perguntaram ao Blackie sobre não tocar mais essa canção ao vivo:

“Nós não tocamos essa canção por vários anos. E é totalmente por causa da minha fé religiosa, e é algo que eu não quero mais fazer, e eu nunca vou tocar essa canção novamente.

O que eu posso fazer para ser uma influência positiva? Eu olho para o que estou fazendo e estou tentando criar o melhor exemplo que posso. Eu não quero jovens de 13 anos andando por aí cantando essa canção. Se for algo que eles quiserem fazer mais adiante em suas vidas, isso é assunto deles. Mas, como eu disse, é uma questão de fé e da convicção religiosa que eu tenho.”

“Alguém me perguntou isso um dia desses. Eles disseram, ‘Você agora é um pregador rock and roll?’ Eu disse, ‘Não. Mas eu sou um mensageiro.’ E esse é o meu trabalho. Então tudo o que eu fiz até este ponto me levou aonde estou agora”.

Em umas das declarações recente de Blackie Lawless, ele afirmou:

“[…] que professa sua fé em Jesus Cristo e no que está escrito na Bíblia e nada mais.

“Dizem que a bíblia foi um livro escrito por homens. Pode ser verdade, mas são 66 livros escritos por 40 autores diferentes num período de 200 anos em três continentes diferentes, e a maioria dos autores não conheciam uns aos outros, mas um finaliza a sentença do outro. É impossível que qualquer homem tenha escrito isto sem inspiração divina”.

Portanto, assim diz o Senhor: “Se você voltar, então eu o restaurarei - diante de mim você estará; E se extrair o que é precioso do que não vale, Você se tornará Meu porta-voz. Eles, por sua vez, podem recorrer a você, mas, quanto a você, não deve recorrer a eles. (Jeremias 15:19)

Publicado por luisrockdoalto

Fundador e Proprietário da rádio RockDoAlto, Empresário, Locutor, Sonoplasta, Baixista, Marido, Pai, Cristão e concordo com Friedrich Nietzsche: "Sem Música A Vida Seria Um Erro".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: