Multiforme Graça de Deus: O Jesus Moviment

Servi uns aos outros de acordo com o dom que cada um recebeu, como bons administradores da multiforme graça de Deus.” 1ª Pedro 4:10

Devemos louvar ao nosso Deus pelo fato de que Ele tem muitas formas de expressar a sua graça. Se não fosse assim, apenas um tipo de pessoa poderia ser alcançado, já que as demais que não se identificam, ficariam de fora.

Entretanto, Deus se utiliza de muitos meios para expressar a Sua graça.

Foi com esse pensamento em mente que o Reformador Martinho Lutero questionou:

 “Por que o demônio deve ficar com os melhores tons?”.

Isso por que haviam alguns tons, chamados de Diabulus in musica, que foram banidos da música Cristã pela igreja católica. Para o reformador, já que a música é criação de Deus, toda ela deve ser usada para o seu louvor.

Foi mais ou menos isso que a aconteceu com o Jesus Moviment, também conhecido como Jesus People ou jocosamente, Jesus Freaks.

Este foi um movimento, ou melhor dizendo, uma estratégia evangelística implementada pelos cristãos protestantes do início dos anos 1970, em resposta ao movimento Hippie.

Acontece que muitos jovens daquela geração que se consumiam nas drogas e no sexo livre, acabavam por buscar um sentido para sua vida na religião. E, tendo em vista que a igreja tradicional, engessada em seus dogmas e liturgias, não os aceitavam, eles acabaram buscando a resposta em diversas religiões e filosofias orientais, em busca de uma experiência metafísica que lhes preenchessem a alma vazia.

E foi assim que muitos jovens de diferentes cidades dos EUA passaram a adotar uma postura não convencional para abordar os egressos do movimento Hippie. E assim, tiveram iniciativas inovadoras como usar a música Rock, as artes (dança, desenho, teatro) para evangelizar a geração de Hippies.

Sunset Strip
Festival de Música do Jesus Moviment

Dentro dessa visão o Jesus Moviment teve uma ideia ainda mais revolucionaria. Eles criaram e mantiveram por muitos anos um Night Club chamado de “He’s Place” (O lugar d’Ele), que ficava aberto 24 horas na Sunset Strip, Califónia (uma conhecida rua de Night Clubs). Ali as pessoas poderiam ouvir bandas tocando músicas contemporâneas, mas com uma mensagem cristã.

Essa estratégia associada ao uso das artes, panfletagem, música, e evangelismo pessoal fez com que muitos jovens se entregassem a Jesus e mudassem totalmente o curso de suas vidas. E dentre esses jovens estavam muitos músicos, que começaram a compor músicas para o movimento em um estilo mais contemporâneo, principalmente usando o Rock ‘n roll. E foi daí que surgiram muitas bandas que fizeram história no meio musical cristão como Petra, Rez Band, Servant, Keith Green, Larry Norman, Phil Keaggy, Wilson Mackinley dentre outros.

Fachada da Calvary Chapel

Ao perceber a miríade de novos convertidos egressos dos movimentos de contra cultura,  algumas igrejas começaram a repensar sua liturgia e dogmas secundários.

Pastor Chuck Smith nos anos 1970

Uma dessas igrejas foi a Calvary Chapel da Califórnia, que tinha como seu líder o pastor Chuck Smith (falecido em 2013 aos 86 anos).

Sendo uma congregação da igreja do Evangelho Quadrangular, o pastor Smith viu a necessidade de contemporizar seus cultos para que fosse mais acessível aos jovens daquela geração. E após se desligar da Igreja Quadrangular, fundou, em 1965, a Calvary Chapel. E essa nova denominação foi fundamental para o discipulado de bandas que estavam em seu nascedouro como Petra, Stryper, P.O.D., Tourniquet, etc.

Diante disso, outras igrejas também passaram a adotar estilos de cultos mais informais e a evangelizar utilizando não apenas o Rock ‘n roll, mas a arte como um todo.

Aqui no Brasil a influência do Jesus Moviment, como era de se esperar, chegou de forma tardia já no limiar dos anos 1980. Mas influenciou uma geração de artistas a entregarem seus dons musicais ao Senhor Jesus. Podemos citar as bandas Vencedores por Cristo, Rebanhão, Êxodo, Banda Azul e Complexo J, que ao seu modo, foram responsáveis pela mudança da hinologia cristã brasileira, bem como da mudança de uma postura engessada por uma liturgia tradicional para uma mais informal, fazendo com que muitos jovens e suas famílias entreguem-se ao Rei Jesus.

O Jesus Moviment ainda foi a mola propulsora para o assim chamado “Avivamento da Juventude”, que levou muitos jovens a ingressarem nos seminários e centros de treinamento Bíblicos para tornarem-se missionários em tempo integral. Esse movimento ainda foi responsável por uma ênfase mais específica na “Colheita” para a 2ª Vinda do Senhor Jesus.

Muitos Jovens egressos do movimento hippie foram batizados

Louvo a Deus que dispensou a Sua multiforme graça sobre nós de forma tal que ainda que a mensagem do Evangelho seja imutável, a forma de propagar esta mensagem não está engessada em uma única forma, possibilitando que tantos aqueles que são mais propensos ao tradicionalismo quanto os mais informais possam receber a mesma mensagem de forma diferente.

Portanto, uma vez que agora temos conhecimento de que Deus não tem uma única forma de expressar sua graça, nós, seus servos, não deveríamos criticar aqueles que de alguma forma destoam de nossa práxis, desde que sua abordagem não fira os princípios Bíblicos. Pensemos bem nisso.

Por Ricardo Castro
Pastor, Teologo, Escrito, Músico e Colunista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s